O que é a úvea?

Para compreendermos melhor o que é uma uveíte é importante perceber a anatomia do olho do cão. A úvea é a camada média do globo ocular, situa-se entre a córnea (camada externa) e a retina (interna), e é composta pela irís, corpo ciliar e a coróide. A inflamação de alguma destas estruturas é chamada de uveíte.

A úvea é responsável pela vascularização do olho e, por isso, muitas doenças sistémicas podem provocar patologias nesta zona do olho.

Sintomas de uveíte em cães e diagnóstico

  • Corrimento ocular
  • Olho mais fechado
  • Edema ocular (olho inchado)
  • Bleforospasmo (dor no olho)
  • Hifema (sangue no olho)
  • Demasiada vascularização ocular – sinal de inflamação
  • Prurido (animais que coçam os olhos)
  • Fotofobia

Caso o seu animal apresente algum destes sinais clínicos, não espere para o levar ao veterinário, o diagnóstico e tratamento precoce é fundamental para não deixar evoluir a uveíte!

Causas de uveíte em cães

A causa da uveíte pode estar no globo ocular e, nesses casos, dizemos que a causa é intraocular. Quando a causa é externa ao olho, dizemos que é extraocular.

Causas intraoculares:

  • Infeção ocular (bacteriana,vírica ou parasitária)
  • Úlcera córnea
  • Cataratas
  • Neoplasias oculares
  • Doenças imunomediadas oculares
  • Glaucoma

Causas extraoculares:

  • Corpo estranho (por exemplo: praganas)
  • Trauma
  • Doenças metabólicas (diabetes, …)
  • Hipertensão arterial
  • Doenças imunomediadas extraoculares
  • Doenças infeciosas sistémicas – víricas, bacterianas ou parasitárias
    • septicemia, leishmaniose, febre da carraça, leptospirose, toxoplasmose, entre outras

Tratamento para uveíte em cães

Em quase todos os problemas oculares, o tratamento base passa por colírios (gotas). O seu objetivo é controlar a inflamação e/ou infeção, diminuir a dor e preservar a visão. Estes podem ser antibióticos, anti-inflamatório, corticosteróides, analgésicos, entre outros. O tipo de colírio deverá ser prescrito consoante a causa da uveíte e o estado do olho.

Em alguns casos, poderá ser prescrito também antibiótico e antiinflamatório sistémico/oral.

Se a causa da uveíte for uma doença sistémica, é importante tratar a causa principal para conseguir resolver a patologia ocular.

Muitas vezes, quando são uveítes complicadas, o seu médico veterinário pode aconselhar o seu cão a ir a uma consulta de oftalmologia (de especialidade) para melhor seguimento do caso.

Inês Santos

Médica Veterinária

Published by Inês Santos

Experiência Mestrado Integrado em Medicina Veterinária pela UTAD. Realizou estágios em Portugal, Espanha e Holanda, e conta com dois anos e meio de experiência em Clínica de Animais de Companhia. A medicina interna, a endocrinologia, a nutrição e medicina da conservação de animais selvagens são as suas principais áreas de interesse. A minha relação com os cães Desde pequena que sempre nutriu uma forte admiração pelos cães, sendo o animal com o qual mais se identificava! Tem uma filha de quatro patas, a Olívia, uma cadela que a acompanha desde 2018. Considera a sua companheira de vida, pois até trabalhar com a sua dona vai! A Olívia adora passear, nada a faz mais feliz que correr na praia e não perde uma oportunidade de uma boa sesta no sofá com a dona!Para si, os cães são uma fonte de inspiração, ensinam-nos a valorizar as pequenas coisas da vida e a sermos felizes com isso!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *