Se surgiu a ideia de ter um novo cão algumas perguntas irão surgir e uma delas pode ser que raça deve escolher agora tentando perceber se há raças de cães compatíveis. Ter um segundo cão é uma decisão que deve ser bem ponderada e deve pensar se deve mesmo ter um novo cão.

Se tem um cão sem raça definida, o seu segundo cão pode ser igualmente sem raça definida ou ter interesse por uma raça em específico. Pelo contrário pode ser um apaixonado por raças e já ter um cão de raça e querer introduzir o segundo. Para que a introdução corra bem pode consultar algumas dicas para conseguir que um cão aceite o outro.

A raça do cão pode dizer muito sobre o temperamento mas não há junções mágicas. Cada cão é diferente e essa variabilidade individual dita o que pode ser uma relação feliz para toda a vida ou uma relação mais conturbada.

Raças de cães compatíveis umas com as outras

Existem raças que sabemos serem bastante sociáveis, quer com pessoas, quer com outros animais como:

No entanto, não quer dizer que juntar estas raças vá sempre correr bem. E mesmo outros cães que possam ser mais territoriais e que aparentemente se dão bem sozinhos, isso não significa que não fossem gostar de uma companhia canina.

Não se esqueça que tal como nós, os cães são sempre diferentes uns dos outros. Na interação, por mais que pareça que tinha tudo para correr bem, isso pode não acontecer por múltiplos fatores. Deve recompensar sempre as melhores interações entre eles com biscoitos, grãos da ração e muitos miminhos.

É muito importante, tenha o cão que tiver, preparar muito bem a introdução de um segundo cão. A história de cada cão e o seu comportamento serão fatores preponderantes na sua relação. A socialização dos cães desde fase jovem é extremamente importante. Além de facilitar a sua relação com outros cães por exemplo em ambiente de passeio, visita em casa ou até mesmo viagem, também vai ajudar muito quando quiser introduzir um novo cão na família.

Joana Silva

Médica Veterinária

Published by Joana Silva

Experiência Mestrado integrado em Medicina Veterinária pelo ICBAS, U.Porto. Realizou estágios em Portugal e Espanha e tem realizado atividade profissional em Clínica de Animais de Companhia há mais de 3 anos. As principais áreas de interesse são medicina interna, nutrição e dermatologia. A minha relação com os cães O meu contacto com cães tem aumentado nos últimos anos e com ele também aumentou o meu gosto e respeito por eles: são fantásticos e tornam a vida de quem os acompanha muito melhor. São sem dúvida um dos melhores membros da família.