A alergia alimentar é um problema que também pode afetar os nossos patudos, mas por vezes os sinais podem ser confundidos ou passar despercebidos. Conheça os sinais que o podem fazer desconfiar desta condição.

O que são alergias alimentares?

É uma reacção do organismo a determinados alimentos, normalmente uma fonte de proteína, mas pode ser qualquer ingrediente, que desencadeia uma série de sinais clínicos no animal, mais ou menos severo, consoante a sua sensibilidade.

Sinais de alergia alimentar em cães

Os sinais de alergia alimentar podem surgir rapidamente, minutos ou horas, após a ingestão do alimento, ou mais tardiamente.

  • Prurido – Este é o principal sinal de alergia alimentar, mas também pode ser sinal de qualquer outra alergia de outra causa, como ambiental ou por contacto, ou outros problemas dermatológicos. Assim, se o seu cão apresentar prurido não significa que esteja perante uma alergia ambiental, pois para confirmar é necessário sempre uma avaliação completa.
  • Pele vermelha – Mais uma vez este não é um sinal exclusivo de alergia alimentar, mas quando presente com outros sinais como o prurido e uma avaliação pelo veterinário sugestiva, pode ser também um forte indício deste problema no patudo.
  • Otites – Cães com alergias alimentares podem apresentar otites recorrentes, que muitas vezes depois de tratadas voltam a surgir em pouco tempo. O mais comum é aparecerem em simultâneo com outros problemas dermatológicos como o prurido e pele vermelha, mas podem também surgir isoladamente.
  • Vómitos e diarreia – Apesar dos sinais cutâneos serem mais comuns em situações de alergia alimentar em alguma situações os sinais gastrointestinais também pode estar presentes.

Como saber se é alergia alimentar?

Uma vez que os sinais de alergia alimentar não são exclusivos desta condição, o aparecimento dos mesmos requer sempre uma avaliação para verificar qual a sua causa.

Se o seu patudo apresentar estes sinais deve consultar o seu veterinário para que após uma avaliação faça o diagnóstico.

Se surgirem apenas sinais dermatológicos é possível que o seu veterinário requeira alguns exames para descartar a existência de outras patologias, pois na maioria das vezes o diagnóstico de alergia alimentar pode ser realizado por exclusão.

Podem também ser recomendada uma dieta de eliminação de forma a descartar a hipótese de alergia alimentar. A dieta de eliminação consiste em dar uma ração com uma fonte de proteína diferente de todas as que o animal alguma vez tenha ingerido. Posteriormente, caso tenha havido melhoria volta-se a introduzir a dieta antiga e, se os sintomas voltarem, conclui-se que a causa seria a alimentação.

Existem também análises ao sangue que podem ser realizadas para detetar se o animal é alérgico a determinados alimentos.

O ideal, é caso o seu patudo apresente estes sintomas ou desconfie que possa sofrer de alergia alimentar, consultar o seu veterinário assistente.

Patrícia Azevedo

Médica Veterinária

Published by Patrícia Azevedo

Experiência Frequentou o Mestrado Integrado em Medicina Veterinária pela UTAD, tendo concluído posteriormente o curso no ICBAS (Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Realizou vários estágios em Clínica de Animais de Companhia trabalhando agora nessa mesma área . As suas principais áreas de interesse são Medicina Interna e Cirurgia. A minha relação com os cães Os cães sempre fizeram parte da minha vida e do meu percurso profissional. Desde pequena o sonho era ser veterinária e ter um cão, até que com 11 anos o Rover se tornou o novo membro da família e a inspiração para ser médica veterinária que hoje em dia recordo com muito amor e carinho. Agora a minha melhor amiga é a Dama uma patuda rafeira que me enche o coração. Os cães são das melhores alegrias que podemos ter, sorte de quem tem um patudo na sua vida!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *