Características gerais da raça

Apesar do nome, esta raça é considerada uma raça americana, pois apesar da sua origem ser na Austrália, a raça foi selecionada e aperfeiçoada nos Estados Unidos da América. Considerados cães de porte médio, o seu peso em adulto varia entre os 18 kg e os 29 kg.  A sua pelagem é, geralmente, malhada tendo como cores o preto, branco, vermelho e fulvo. Têm uma esperança média de vida de 12 a 15 anos.

 Temperamento

O Pastor Australiano é energético e trabalhador, carinhoso mas tímido. Tem um grande sentido de proteção e é extremamente leal com o dono, no entanto, pode ser desconfiado com estranhos. Sendo um cão muito inteligente é importante saber como exercitá-lo e desafiá-lo, de modo a que não fique frustrado. Se for bem treinado, irá ter um cão obediente, dedicado a si e feliz!

 Estilo de vida

Tendo em conta que são cães que precisam de fazer muito exercício diariamente, não é um cão adaptado a apartamento, a não ser que haja muita disponibilidade para passeá-lo. O ideal será ter áreas espaçosas onde possa correr e estimular os seus instintos naturais. Se estiverem acompanhados pelo dono, melhor! Estão sempre prontos para brincar.

Saúde

Apesar de serem cães saudáveis, o aperfeiçoamento genético levou-os a estarem mais predispostos a certas doenças, nomeadamente:

  • Oculares: cataratas e colobomas da íris (alteração na estrutura do olho, em que parte da íris está “ausente”);
  • Articulares: displasia da anca;
  • Hemolíticas: Doença de Von Willebrand (patologia que causa problemas de coagulação), Síndrome de Pelger-Huet (problemas no sistema imunitário);
  • Dermatológicas: Dermatite Solar Nasal (quando demasiado expostos ao sol);
  • Outros: sensibilidade à ivermectina (desparasitação) em certas doses;

 Nutrição

Sendo  um cão com alta atividade física, é importante que faça uma ração adequada a esses gastos energéticos. O seu pelo comprido também é um fator a ter em atenção, de forma a que esteja brilhante e não caia em excesso. Assim, uma ração de boa qualidade de, por exemplo, salmão será uma boa opção.

Cuidados a ter

  • Escovagem:  Essencial para manter o pelo saudável e sem nós. Deve ser feita, no mínimo, semanalmente com uma escova apropriada.
  • Alimentação doseada para evitar excesso de peso;
  • Estimulação física e mental;
  • Treinos com recurso a reforço positivo;
  • Proteção solar quando expostos a radiação solar direta, principalmente no verão.

Se procura um patudo cheio de energia que o acompanhe para todo o lado, leal e com vontade de aprender, o Pastor Australiano poderá ser a opção ideal para si!

 

Sofia Galiza

Médica Veterinária de Animais de Companhia

           

           

Published by Sofia Galiza

Experiência Mestrado Integrado em Medicina Veterinária na UTAD - Universidade de Trás-os Montes e Alto Douro, concluído em 2017. Estagiou em Madrid, Londres e em Portugal onde se debruçou principalmente nas áreas de Cirurgia, Medicina Interna, Oncologia e Ecografia. Desde de 2017 a trabalhar em clínica de animais de companhia com especial interesse nas áreas de Oncologia, Medicina Interna e Comportamento Animal. A minha relação com os cães Os cães tiveram uma grande influência na decisão de ser médica veterinária. Sempre me fascinou o amor incondicional que têm pelo dono sem pedir nada em troca e da forma como parecem compreender tudo sem que seja preciso explicar o que for. Cá em casa tenho o Trengo, que veio homenagear a memória do seu homónimo, e que nos enche de alegria cada vez que entramos em casa :)

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *