O que são quistos sebáceos?

Na pele dos cães, existem glândulas sebáceas responsáveis pela produção de sebo, o qual é importante para manter a oleosidade da pele. Estas glândulas estão presentes ao longo de todo o corpo do animal e podem obstruir dando origem ao chamado “quisto sebáceo”.

Os quistos surgem sob a forma de nódulos na pele (cutâneos), móveis, circulares, indolores e a sua consistência tanto pode ser dura como mole. Com o tempo, podem aumentar de tamanho e até mesmo rebentar.

Todos os cães, de todas as idades e raças podem ter quistos sebáceos, que são nada mais do que acumulação benigna de sebo.

Como se diagnostica?

O Médico Veterinário diagnostica os quistos sebáceos com recurso a uma citologia com agulha fina (CAAF). Este é um exame complementar indolor, que consiste em retirar células do nódulo com recurso a várias picadinhas com uma agulha. Essas células são posteriormente observadas ao microscópio para diagnóstico final.

Qual o tratamento?

Os quistos sebáceos são benignos, contudo em alguns casos, poderá ser necessário removê-los cirurgicamente quando adquirem grandes dimensões, tornando-se desconfortáveis para o animal.

Quando existe rutura dos quistos, deverá desinfetar a zona com soro fisiológico e compressa, várias vezes ao dia, evitando que infete. Nos casos mais severos, poderá haver necessidade de medicação oral (antibioterapia ou anti-inflamatório), sob aconselhamento do Médico Veterinário.

É importante reter a ideia de que, mesmo sendo estruturas benignas, deverá sempre recorrer ao apoio do especialista em Saúde Veterinária para o correto diagnóstico, já que os nódulos na pele podem ter outros significados (abcessos, tumores).

Existe alguma forma de evitar os quistos sebáceos?

As glândulas sebáceas são estruturas naturais da pele, pelo que existem em todos os animais, incluindo no Homem. A sua função é produzir uma substância chamada “sebo” que é responsável pela gordura da pele. Animais com excesso de produção de sebo têm uma pele mais oleosa, enquanto o contrário dá origem a uma pele mais seca e com seborreia.

Desta forma, existe sempre a probabilidade de uma glândula obstruir e gerar um quisto! Ainda assim, podemos promover o esvaziamento das glândulas através da escovagem frequente e aumentar a qualidade da pele e do pêlo com recurso a ácidos gordos (ómegas 3 e 6) presentes no óleo de salmão.

Ana Matias

Médica Veterinária

Published by Ana Matias

Experiência Terminou o Mestrado Integrado em Medicina Veterinária pela Universidade do Porto (ICBAS) em 2014. Desde então tem-se dedicado à Clinica de Animais de Companhia, com especial interesse nas áreas de Imagiologia, Reprodução Animal e Oncologia Clínica. Pós-graduada e certificada a nível europeu em Diagnóstico por Imagem pela ESPVS. A minha relação com os cães Desde sempre que não sei existir sem a presença destes animais. Ensinaram-me a admirá-los, respeitá-los e amá-los ao ponto de me darem força para me tornar na pessoa que sou hoje profissionalmente e a nível emocional. A Dora é a menina que me acompanha faz 8 anos, uma verdadeira rafeira de raça, como costumo dizer :) Enche-me os dias e o coração.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *