LabradorLabradorLabrador

 

Published by Daniela Leal

# Experiência Mestrado Integrado em Medicina Veterinária pelo ICBAS, U.Porto. Realizou estágios em Portugal, Espanha e no Reino Unido e conta com 3 anos de experiência em Clínica de Animais de Companhia. A Nutrição Clínica e a Oftalmologia são áreas clínicas de especial interesse. # A minha relação com os cães Nos últimos 8 anos vi cães diferentes todos os dias – fascina-me a forma como encaram a vida com felicidade, proporcionando sentimentos positivos a quem os rodeia. Lá em casa a Kia, com 5 anos, é atualmente o membro mais novo da família :) Adoramos ir juntas passear à praia!

Join the Conversation

3 Comments

  1. Uma das raças mais comuns nos dias de hoje! Dada a prevalência da patologia nesta raça, aconselha-se a realização de testes de diagnóstico para despiste de displasia da anca no primeiro ano de vida. Os problemas dermatológicos são muito frequentes, nomeadamente a dermatite atópica e otites recorrentes. É necessário um controlo de peso constante pela tendência da raça para a obesidade (que predispõe a problemas articulares).

  2. Ter uma labradora foi exatamente a mesma coisa que ganhar uma melhor amiga para a vida, uma das que não nos deixa se nos ouvir chorar, uma que não julga quando nos apetece desabafar, uma que nos vê um pouco mais cansadas quando chegamos a casa e vai imediatamente buscar a bola para brincar. Uma onde a energia e o amor, não acabam. A meggie para mim será sempre única, como qualquer outro dono de um labrador dirá.

  3. O Labrador é um cão muito ativo e brincalhão, cheio de energia. Adora comer e é um pequeno furacão, principalmente quando são mais novinhos. Mas é uma raça muito meiga, adora mimo e atenção e é extremamente carinhosa com os donos, faz muita companhia. Para além disso, são cães muito espertos e aprendem as rotinas da família com muita facilidade. Um Labrador adora atenção, mas retribui o carinho sempre em dobro.

Leave a comment