Se já assistiu a algum episódio em que o seu cão sofreu um ataque súbito, como se tivesse engasgado, a fazer uns sons como “roncar”, é possível que sejam espirros reversos!

É normal, para quem assiste a estes episódios, se assustar, pois parece que o seu patudo está muito atrapalhado. No entanto, saiba que é uma situação normal e, geralmente, benigna.

O que são espirros reversos?

O espirro normal é uma resposta de defesa que o organismo dos nossos cães, e também nosso, têm. Basicamente consiste na expulsão de uma quantidade de ar para fora do organismo, ocorrendo sempre, no momento da expiração. O espirro reverso ou também chamado respiração paroxística inspiratória é, essencialmente o oposto, ou seja é um espirro para dentro do organismo. Quando o cão está a inspirar (entrada de ar nos pulmões), acontece um espasmo involuntário da garganta e no palato mole (céu da boca mais mole).


Tens questões sobre a nutrição ou a saúde do teu animal? Aconselha-te agora gratuitamente com um veterinário!


Devo ficar preocupado ao ver o meu cão a ter espirros reversos?

Apesar do som assustador e de ser muitas vezes confundido, pelo tutor, com os sinais de engasgamento ou asfixia, o espirro reverso tem a função de ajudar a libertar algo que esteja a irritar a garganta (mecanismo de defesa do organismo).

Assim, se esporádico, não existe motivo para preocupação. Mas atenção, caso se tornem frequentes e acompanhados de corrimento nasal, o seu patudo deve ser avaliado pelo Médico Veterinário.

Raças de cães braquicéfalos, como por exemplo, Pugs, Boxers, Bulldog Inglês e Francês, devido à sua conformação anatómica da cabeça, sofrem frequentemente com espirros reversos.

Contudo, qualquer cão, de qualquer raça pode apresentar este tipo de espirros.

Quais são as causas e diagnóstico dos espirros reversos?

Os espirros reversos podem acontecer em patudos de qualquer idade, podendo surgir apenas por defesa do organismo, ou estarem associados a alguma patologia.

Algumas das razões para o seu patudo apresentar estes espirros:

O diagnóstico é realizado pelo Médico Veterinário, pela interpretação dos resultados de exames complementares, como analises clínicas e raio-x.

Caso consiga pode fazer um vídeo quando um destes episódios acontecer para depois mostrar ao Médico Veterinário.

Por ser uma situação bastante característica, o vídeo pode facilitar o diagnóstico.

Como posso identificar que o meu cão está a ter um espirro reverso?

Quando o seu cão está a ter um espirro reverso, ele:

  • Fica parado e quieto num local;
  • Estica o pescoço;
  • Arregala os olhos e afasta os cotovelos;
  • Movimentos rápidos inspiratórios (entrada de ar nos pulmões) com a boca fechada;
  • Emissão de sons devido a passagem do ar pelo nariz;
  • Tosse.

Se quiser ajudar o seu cão, para que o episódio de espirro reverso passe mais rápido, pode:

  • Massajar levemente a garganta;
  • Oferecer-lhe água para que ele possa beber;
  • Manter a calma.

Maria Beatriz Mariano

Médica Veterinária

Published by Maria Mariano

Experiência Mestrado Integrado em Medicina Veterinária pela UHTL, Lisboa. Realizou estágios por diversas cidades de Portugal e tem experiência de 2 anos em clínica de animais de companhia. As áreas de maior interesse são a Nutrição e a Cirurgia. A minha relação com os cães Toda a vida cresci com a sorte de poder aprender com estes animais. A minha admiração por eles levou-me a estudar veterinária para os poder compreender e ajudar em todas as fases da vida deles. A Baga é a cadela que hoje me acompanha, uma Labrador Retrievers de 2 anos.

Leave a comment