O que é o chip dos cães?

O chip ou microchip é um dispositivo eletrónico, que tem como principal objetivo evitar o abandono animal! Como? Então… o chip permite, quando registado no sistema informático, estabelecer uma ligação entre o animal e o seu tutor (nome completo, morada, número de CC, contacto), fazendo com que possa haver uma responsabilização no cumprimento dos parâmetros legais, sanitários e de bem-estar animal!

A sua aplicação é obrigatória em cães, gatos e furões!

Como se aplica? E como funciona?

O microchip deverá, segundo a lei, ser aplicado até aos 120 dias de vida ou até à perda dos dentes incisivos de leite (quando não é possível saber a data exata de nascimento). Se tiver um patudo adulto sem microchip marque uma consulta de forma a colocar tudo em dia!

Este pequeno dispositivo (do tamanho de um grão de arroz) está associado a um número (número de microchip) e é colocado na face esquerda do pescoço dos nossos patudos. Este número será registado no Sistema Informático de Animais de Companhia  (SIAC) juntamente com todos os dados do tutor. O número de microchip é verificado através de um dispositivo eletrónico que lê o chip, o qual se encontra sob a pele dos nossos amigos de quatro patas.

O custo de colocar o microchip varia de sítio para sítio, mas deverá rondar os 15 euros!

Quais as vantagens dos chips nos cães?

  • Não é necessário substituir! Após a implantação do chip, este fica sob a pele a vida toda do nosso patudo!
  • Caso o animal fuja, será mais fácil de os reencontrar! Basta a pessoa que o encontrou dirigir-se a uma clínica/ hospital veterinário para que possam ler o chip, verificar se está registado e poderá, assim, entrar em contacto com o tutor desse patudo !
  • Através do número de microchip conseguimos verificar se as vacinas da raiva estão em dia e que a esterilização foi realizada! O registo eletrónico é feito pelo Médico Veterinário aquando a implantação (evitando que haja animais com microchip, mas sem registo, o que diminui a probabilidade de reencontro com o tutor).

O chip é uma mais valia para protegermos os nossos companheiros caso se perca ou fuja! Não adie a sua colocação 🙂

Sofia Galiza

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Published by Sofia Galiza

Experiência Mestrado Integrado em Medicina Veterinária na UTAD - Universidade de Trás-os Montes e Alto Douro, concluído em 2017. Estagiou em Madrid, Londres e em Portugal onde se debruçou principalmente nas áreas de Cirurgia, Medicina Interna, Oncologia e Ecografia. Desde de 2017 a trabalhar em clínica de animais de companhia com especial interesse nas áreas de Oncologia, Medicina Interna e Comportamento Animal. A minha relação com os cães Os cães tiveram uma grande influência na decisão de ser médica veterinária. Sempre me fascinou o amor incondicional que têm pelo dono sem pedir nada em troca e da forma como parecem compreender tudo sem que seja preciso explicar o que for. Cá em casa tenho o Trengo, que veio homenagear a memória do seu homónimo, e que nos enche de alegria cada vez que entramos em casa :)

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *