Pode acontecer, principalmente na fase de adaptação do cão a um novo ambiente, fazer as necessidades num local indesejado. A vontade mais comum da família será que o faça fora de casa. Por isso, vamos dar-lhe algumas dicas de como ensinar o seu cão a fazer as necessidades na rua.

Quando devo começar a ensinar o meu cachorro?

Quando chega um novo cachorro a casa é altura de começar a estabelecer rotinas. Um cachorro bebé pode urinar e defecar muitas vezes ao dia e:

  • Até aos 2 meses os cachorros fazem numa área geral, não tendo preferência por substrato ou localização.
  • A partir dos 2 meses, já escolhem uma área específica e começam a ter uma preferência por um determinado substrato.

Partindo deste princípio, a partir dos 2 meses é a fase ideal para iniciar o treino de higiene! Tenha sempre em atenção o esquema vacinal do cachorro, uma vez que só poderá começar a ir à rua assim que o Médico Veterinário assistente aconselhar.

Enquanto não pode ir à rua, deve escolher em casa:

  • Um sítio calmo onde o cachorro se sinta confortável: evite cantos em que fique encurralado e pontos afastados das zonas em que ele normalmente está.
  • Um piso (substrato) diferente: relvado/terra (bom para a adaptação à rua), jornal, resguardo, entre outros.

Assim que começar a ir à rua, então será esse o local preferencial e deve perceber como pode ensinar um cão a fazer as necessidades na rua.

Como posso ensinar o meu cão a fazer necessidades na rua?

Deve começar por perceber quando o seu cão quer ir à rua:

  • Os cachorros geralmente fazem as necessidades após DORMIR, COMER e BRINCAR e a cada 2-3 horas. Ao longo do crescimento, vão conseguindo aguentar mais tempo.

Sabendo isto, pode antever quando vai ser necessário ir à rua. É possível que o seu melhor amigo tenha vontade de fazer as necessidades fora destas ocasiões também. Se o notar mais agitado, a andar às voltas, a cheirar o chão, a olhar ao redor ou direcionar-se para a porta, pode ser um sinal de precisar de urinar ou defecar.

Após isso, deve estabelecer as rotinas diárias:

  • Inicialmente pode ter que vir muitas vezes por dia à rua, até que o seu cão se habitue que é lá que deve fazer as necessidades.
  • Com o tempo as saídas diminuem e começam a adaptar-se à rotina da família também.
  • Assim, será mais previsível quando o seu cão vai à rua e ele também saberá quando vai acontecer.

O último grande passo, sempre que o seu cão fizer as necessidades na rua, é recompensar:

  • Verbalmente: fazer uma grande festa e dizer palavras como “Que lindo!”, “Boa!”.
  • Com biscoitos
  • Brincadeiras e carinhos

Tenho um cão adulto: como posso ensinar a fazer as necessidades na rua?

Em relação a cães adultos é importante perceber se:

  • É o novo membro a casa que acabou de chegar?
  • Já tem um cão adulto que fazia necessidades na rua e começou a fazer em casa?

Se for um novo membro da família, deve seguir os passos já mencionados para cachorro: criar rotinas, antecipar a ida à rua e recompensar muito sempre que fizer bem!

Caso contrário, se o seu cão adulto começou a fazer necessidades dentro de casa deve falar com o Médico Veterinário habitual antes de pensar em como ensinar um cão a fazer as necessidades na rua. Alguns problemas podem causar estas alterações como doenças urinárias, disfunção cognitiva em animais séniores, ansiedade por separação, entre outros.

Chegou a casa e notou que o seu cão fez necessidades?

Quando estas situações acontecerem, respire fundo e limpe.
Não repreenda! O animal pode:

  • Ficar com medo;
  • Fazer uma associação negativa à sua presença;
  • Começar a fazer as necessidades em locais escondidos;
  • Não fazer as necessidades à sua frente na rua;
  • Aprender que fazendo necessidades tem a sua atenção, mesmo que esta seja negativa.

O ideal é optar por reforçar de forma positiva o seu patudo quando fizer as necessidades no local certo, em vez de o repreender.

Como limpar?

Use um detergente enzimático como, por exemplo, detergente da loiça.
Não use lixívia, pois intensifica o cheiro da urina. Faça-o, de preferência, sem que o seu cão veja, para evitar a associação negativa já mencionada.

Esta é uma das fazes mais importantes da aprendizagem de um cachorro ou cão adulto. Terá que ter muita paciência porque pode demorar até obter resultados mas quando os obtiver será fantástico. Não se esqueça de estar sempre atento aos sinais do seu cão e se tiver alguma dúvida ou notar algo diferente falar com o médico veterinário.

Joana Silva

Médica Veterinária

Published by Joana Silva

Experiência Mestrado integrado em Medicina Veterinária pelo ICBAS, U.Porto. Realizou estágios em Portugal e Espanha e tem realizado atividade profissional em Clínica de Animais de Companhia há mais de 3 anos. As principais áreas de interesse são medicina interna, nutrição e dermatologia. A minha relação com os cães O meu contacto com cães tem aumentado nos últimos anos e com ele também aumentou o meu gosto e respeito por eles: são fantásticos e tornam a vida de quem os acompanha muito melhor. São sem dúvida um dos melhores membros da família.

Leave a comment