1. Óleos essenciais

Os óleos essenciais ajudam em múltiplos fatores como: dores, stress, problemas gastro intestinais, entre outros. Estes são utilizados em regime de aromaterapia de forma a que através do olfato os nossos cães se sintam mais relaxados e tranquilos.

Os mais utilizados são: cedro, lavanda, capim-limão; citronela, hortelã e cardamomo.

2. Ervas

Há certos chás que os nossos patudos podem beber em quantidades bastante diluídas. Estes têm, igualmente, propriedades calmantes e relaxantes.

Chá de camomila

Oferecer chá de camomila fará com que o seu patudo reduza a sua ansiedade e facilite a adormecer. Além disso poderá também ajudar na digestão 😊 Se necessitar que fique mais apelativo poderá adicionar mel ( pouca quantidade).

Valeriana

A valeriana é muito utilizada em spray nos gatos, para acalmar e ficarem mais satisfeitos. No entanto, também poderá ser utilizada em cães com efeito relaxantes, analgésico em dores musculares e até ligeiramente sedativo.

 Chá de bolbo

Este chá é muito interessante para problemas gastro intestinais e hepáticos. Ajuda a promover uma boa digestão.

Lavanda

Tal como nos humanos, a lavanda tem um efeito calmante. Se estiver plantada dentro de casa, é o suficiente para o seu patudo andar mais relaxado e tranquilo.

Existem várias opções de fácil acesso e naturais para manter os nossos patudos felizes e relaxados, fale com o seu médico veterinário.

Sofia Galiza

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Published by Sofia Galiza

Experiência Mestrado Integrado em Medicina Veterinária na UTAD - Universidade de Trás-os Montes e Alto Douro, concluído em 2017. Estagiou em Madrid, Londres e em Portugal onde se debruçou principalmente nas áreas de Cirurgia, Medicina Interna, Oncologia e Ecografia. Desde de 2017 a trabalhar em clínica de animais de companhia com especial interesse nas áreas de Oncologia, Medicina Interna e Comportamento Animal. A minha relação com os cães Os cães tiveram uma grande influência na decisão de ser médica veterinária. Sempre me fascinou o amor incondicional que têm pelo dono sem pedir nada em troca e da forma como parecem compreender tudo sem que seja preciso explicar o que for. Cá em casa tenho o Trengo, que veio homenagear a memória do seu homónimo, e que nos enche de alegria cada vez que entramos em casa :)

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *