A dúvida pode surgir em várias situações. Pode estar a pensar em dar banho ao seu cão, levá-lo a tomar banho ou até em dar um passeio pela praia/rio e o seu melhor amigo gostar de um bom mergulho. Tal como nos humanos a questão se os cães podem tomar banho depois de comer é complexa e pode dividir opiniões.

Os primeiros banhos do seu cão podem não ser fáceis e, por isso, deve tentar torná-los num momento bom. Saiba como ajudar o seu cão se ele não gosta de tomar banho.

Digestão nos cães

Tal como nos humanos, a digestão dos cães inicia-se logo na boca quando há mastigação dos alimentos e envolvimento na saliva. Depois no estômago continua o processo ao qual se juntam algumas enzimas. A digestão vai sendo feita ao longo do trato gastrointestinal. O seu tempo médio varia de 8h a 12h.

É muito importante que o seu cão comece por mastigar bem o alimento (seja ração, snacks ou comida caseira), o que facilita por si só a digestão nos passos seguintes. É importante que a ração seja adequada ao seu cão.

Ajudamos a criar a receita ideal para o seu cão aqui.

Mas afinal os cães podem tomar banho depois de comer?

É uma questão que divide opiniões mesmo em relação aos humanos. O processo de digestão é longo e muitas pessoas esperam as típicas 2 horas para tomar banho após a refeição. Fazem-no frequentemente para não sofrer uma indigestão. No entanto não há qualquer estudo que comprove a ligação da digestão com o banho.

Sabe-se que a digestão é um processo complexo e que existe uma concentração do metabolismo corporal nesse processo. Se sujeitar o corpo a temperaturas muito inferiores, pode haver um choque térmico. O metabolismo vai concentrar-se em restabelecer a temperatura corporal e isso poderia afetar a digestão.

Assim recomenda-se que os banhos sejam feitos com temperatura amena. Para provocar um choque térmico seriam necessárias temperaturas muito baixas da água. Para ficar com uma ideia temperaturas como a água do mar no Algarve não é expectável que cheguem a provocar choque térmico.

Por isso é possível o seu cão tomar banho de forma segura após a refeição. Para isso deve ter o cuidado de o submeter a temperaturas mais amenas. Vigie a forma de ingestão de alimento e garanta que o seu cão mastiga e tritura bem: é essencial para não acontecerem indigestões.

Joana Silva

Médica Veterinária

Published by Joana Silva

Experiência Mestrado integrado em Medicina Veterinária pelo ICBAS, U.Porto. Realizou estágios em Portugal e Espanha e tem realizado atividade profissional em Clínica de Animais de Companhia há mais de 3 anos. As principais áreas de interesse são medicina interna, nutrição e dermatologia. A minha relação com os cães O meu contacto com cães tem aumentado nos últimos anos e com ele também aumentou o meu gosto e respeito por eles: são fantásticos e tornam a vida de quem os acompanha muito melhor. São sem dúvida um dos melhores membros da família.