Tal como usa a mão esquerda ou direita para escrever, os cães também usam as suas duas patas de forma diferente e são mais habilidosos com uma do que com a outra. Isto porque os cérebros dos cães trabalham de forma semelhante aos humanos, no sentido em que há informação dividida em dois hemisférios e cada um deles é especializado em coisas diferentes. 

Agora que sabe que o seu cão pode ser canhoto ou destro, vejamos os diferentes métodos que têm sido utilizados para descobrir.

Métodos para descobrir se um cão é destro ou canhoto

O método Kong

Este é o método de investigação mais conhecido para descobrir se um cão é canhoto ou destro. Consiste em dar ao cão um brinquedo cilíndrico oco de borracha (Kong) com comida dentro. Uma vez oferecido o brinquedo ao cão, este deve segurar o brinquedo ainda com as patas, enquanto luta para retirar a comida e é aqui que o investigador deve observar os seus movimentos.

O número de vezes que utiliza a sua pata esquerda para segurar o brinquedo é comparado com o número de vezes que utiliza a sua pata direita, ou mesmo ambas as patas ao mesmo tempo. Isto permite classificar a preferência da pata do cão.

Nos humanos, a maioria das pessoas é destro e apenas cerca de 10% da população mundial mostra maior habilidade com a mão esquerda, mas o mesmo não se pode dizer dos cães que foram testados com o método de Kong. Os nossos companheiros caninos mostram uma distribuição mais equilibrada entre destros e canhotos. Além disso, muitos cães são ambidisciplinares ou seja, estão igualmente confortáveis ao usar qualquer uma das patas, o que chamamos “ambidestro” nos humanos. A percentagem exacta de cães destros, canhotos e ambidireccionais depende da forma como a lateralidade é medida.

O teste do primeiro passo

Nesta experiência, os investigadores medem a pata dianteira que um cão usa para dar o primeiro passo a partir de uma posição em que as suas patas estão totalmente alinhadas. Após várias repetições, a preferência da pata do cão pode ser classificada. Ao contrário do teste de Kong, este método não depende do nível de motivação do cão para a comida, mas é instintivo. 

Os resultados mostrados são diferentes do Kong, com muitos mais cães a mostrarem preferência pela pata certa.

A técnica dos pratos de comida

Outro estudo analisa a lateralidade dos cães, colocando pratos de raçao em ângulos de 45 graus à esquerda e à direita de um cão e permitindo-lhe escolher um prato. O cão pode comer de ambos os pratos durante o teste, mas a sua primeira escolha é a maioria utilizada para classificar a sua lateralidade. 

Os resultados, ao contrário dos métodos anteriores, mostram que mais de metade dos cães são ambíguos, e a outra metade está quase igualmente distribuída entre a pata direita e esquerda. 

Outras curiosidades que resultaram da utilização destes métodos

Como mencionado acima, tal como o cérebro humano, os cães também têm hemisférios esquerdo e direito e, portanto, cada hemisfério está envolvido no processamento de diferentes emoções, pelo que a lateralidade pode influenciar a personalidade e o comportamento, de acordo com os investigadores.

Por exemplo, um estudo mostrou que os cães ambilaterais tendem a mostrar um pouco menos de agressividade para com estranhos. (Claro que há muito mais factores em jogo com a agressão do que apenas a preferência pela pata, tais como a história da socialização, traumas passados e saúde).

Outro estudo mostrou que os cães-guia que são destros têm uma maior taxa de sucesso nos seus programas de treino.

Dicas para descobrir a lateralidade do seu cão em casa

Segure uma guloseima na sua mão fechada e note qual a pata que o seu cão usa para interagir com o seu punho. Repita isto 10 vezes, em alturas diferentes, e tire as suas conclusões. Observe também, em várias ocasiões, quais as patas traseiras que o seu cão usa para coçar e tire as suas conclusões.

Se o seu cão for macho, observe qual a perna traseira que ele levanta para urinar.

Pode também experimentar um dos métodos acima mencionados em casa: o método Kong, o método do primeiro passo ou as tigelas de comida.

(Add kwd) Saber se o seu cão é canhoto ou destro, além de ser divertido, pode ajudá-lo a treiná-lo de uma forma mais adequada, se tiver em conta as suas capacidades. Se vai ensiná-lo a dar-lhe cinco ou a pata, seria útil ensiná-lo com a sua pata dominante.

Esperemos que estas dicas ajudem a obter uma nova apreciação da forma como o seu cão interage consigo e com o mundo à sua volta!