Para uma melhor vida, juntos

BlogAlimentação

Os cães podem comer abacate?

O abacate é um fruto versátil e muito apreciado. Será que os cães podem comer abacate? Descubra neste artigo.

Descubra a comida ideal para o seu cão: personalize a sua receita.

Dê uma vida melhor ao seu cão

Descubra a comida ideal para o seu cão: personalize a sua receita.

Simular
Simular

Seja em saladas ou no guacamole, o abacate é super apetitoso. Torna-se difícil não partilhar estes pitéus com os patudos. Mas será que os cães podem comer abacate?

Os cães podem comer abacate?

Não. O abacate não pertence à lista de frutos permitidos para cães. Pode mimar o seu patudo com outros snacks saudáveis e seguros.

Quais os perigos associados ao consumo de abacate?

  • Persina: substância tóxica para cães, que provoca distúrbios gastrointestinais severos, como vómito e diarreia.
  • Caroço: se ingerido, pode provocar obstrução intestinal ou asfixia.
  • Valor nutricional: é um fruto bastante calórico e rico em gorduras para os nossos melhores amigos de 4 patas. Existem casos de pancreatite secundária ao consumo de abacate.
  • Casca e folhas: também contêm persina.

O que fazer quando os cães comem abacate?

Devido à persina, a ingestão de abacate, conduz a um quadro grave de alterações gastrointestinais. Por norma, os animais intoxicados apresentam:

Assim, é importante vigiar o comportamento do seu patudo nas primeiras 24h após o consumo. Deve sempre contactar o seu Médico Veterinário habitual, para obter indicações do que fazer caso suja alguma complicação.

Alguns cães podem não desenvolver sinais, mas isso não significa que possam ingerir abacate!

Cuidados a ter com a dieta do seu cão

A dieta dos cães deve respeitar ração de elevada qualidade nutricional e energética, adaptada a cada um deles. Existem variados snacks que podem ser oferecidos, de forma segura. Por exemplo, frutas, vegetais, biscoitos caseiros (leia aqui a receita de biscoitos de banana e aveia) ou snacks formulados especialmente para cães.

Lembre-se que existe a regra dos 10% no que toca à quantidade de “extras” que pode oferecer ao seu cão. Eles não devem exceder 10% das calorias diárias necessárias. Evite, desta forma, excesso de peso e/ou obesidade e os problemas associados.

Ajudamos a criar a receita ideal para o seu cão aqui.

Antes de oferecer algo “extra” ao seu melhor amigo, consulte sempre o Médico Veterinário!

Tenha em mente a lista de alimentos tóxicos e proibidos, para que nada corra mal! 🙂

Ana Matias

Médica Veterinária

Para uma melhor vida, juntos

Descubra um mundo de nutrição à medida do seu cão, desde comida a suplementos desenvolvidos por veterinários, entregue em sua casa.

Começar agora