Está a dar a comida certa ao seu cão?

BlogAlimentação

Alimentação do Cane Corso

Conhece as particularidades da dieta do Cane Corso? De acordo com as suas caraterísticas saiba qual a alimentação mais adequada.

-20% para experimentar sem compromisso

Saiba o que o seu cão deveria estar a comer...

-20% para experimentar sem compromisso

Descobrir receita
Descobrir receita

Sabe como deve ser a alimentação do Cane Corso? As raças apresentam diferentes características e por isso exigem cuidados diferentes em termos de alimentação.

Os Cane Corso são cães de grande porte que podem chegar aos 50kg.

São, portanto cães grandes com altas necessidades energéticas, mas esta não é a única característica da sua alimentação.

Algumas doenças da raça, por exemplo, podem ser prevenidas através da alimentação.

Por isso, é muito importante ter atenção a todas as particularidades do Cane Corso para escolher a sua ração ideal.

Patologias do Cane Corso influenciadas pela alimentação

Displasia da anca

Como quase todas as raças de porte grande/ gigante a displasia da anca é um problema muito comum.

Assim, é importante, especialmente, na fase de maior crescimento e desenvolvimento (cachorros) dar uma ração de boa qualidade.

Deve ter alto teor de proteína, gordura de boa qualidade, minerais, antioxidantes e condroprotetores.

Desta forma, garantimos que iremos dar todo o aporte para que as articulações se formem e, também, o próprio patudo irá desenvolver-se e crescer a um ritmo adequado não as sobrecarregando.

Torção gástrica

Este é um problema também característico de raças maiores, que pode ser muito grave, podendo levar a morte.

Este problema é causado por um conjunto de fatores, entre os quais comer muito rápido sem mastigar.

Assim, optar por uma ração para cães grandes pode ajudar a prevenir esta situação.

Para além destas rações apresentarem um tamanho de grão maior, obrigando o patudo a mastigar e comer mais devagar.

Também é formulada tendo em consideração outras características de raças de grande porte.

Alimentação em cada etapa da vida do Cane Corsoo

Consoante a fase de vida do Cane Corso as suas necessidades nutricionais variam.

Cachorros

Como outros cachorros, o seu cachorro Cane Corso terá necessidades nutricionais específicas para ajudar no seu crescimento e desenvolvimento durante o primeiro ano de vida.

Escolha uma ração que contenha ácidos gordos que contribuem para um bom desenvolvimento do cérebro e da visão.

Os antioxidantes também são importantes na alimentação para apoiar o desenvolvimento do sistema imunitário.

É importante que a ração de cachorros tenha também condroprotetores para auxiliar no desenvolvimento das articulações durante o crescimento e desenvolvimento.

A ração dos cachorros cane corsos deve também conter cálcio, fósforo e outros minerais para corresponder às necessidades nutricionais, nesta fase de desenvolvimento.

Deve evitar dar suplementos destes minerais.

Uma boa ração de cachorro já contem estes minerais em quantidade suficiente, e em excesso podem desenvolver deformações osteoarticulares.

Até perto aos 3 meses, os cachorros devem fazer 4 refeições diárias.

Posteriormente, até por volta dos 6 a 8 meses pode dividir as refeições do seu cachorro em 3 vezes ao dia.

No entanto, a ração para cachorros deve ser mantida até por volta dos 18 meses, até aos patudos atingirem cerca de 90% do seu peso corporal.

Adultos

Na idade adulta, as necessidades energéticas diminuem, e a ração deve conter mais gordura do que hidratos de carbono de forma a manter os patudos saciados durante mais tempo.

Em idade adulta devem fazer 2 refeições diárias, para evitar que comam muito de uma só vez, o que favorece a torção gástrica.

Esta raça tem tendência para engordar, por isso é necessário controlar a alimentação do cane corso, em termos de qualidade e quantidade.

Para além disso deve promover a prática de exercício diária.

Sénior

Quando passam a cães sénior, sensivelmente por volta dos 5 a 7 anos, passam a ter necessidades nutricionais diferentes.

As necessidades energéticas diminuem, enquanto aumentam as necessidades de antioxidantes, ácidos gordos essenciais e protectores articulares aumentam.

Nesta fase, o seu apetite pode ficar mais caprichoso, pelo que deve optar por uma ração natural para cães.

Este tipo de alimentos com ingredientes naturais são mais fáceis de digerir, e portanto, é mais fácil para os patudos aproveitarem os nutrientes.

São também são mais atractivos em termos de cheiro e paladar.

Patrícia Azevedo

Médica Veterinária

Está a dar a comida certa ao seu cão?

Cada cão tem necessidades únicas e precisa de uma alimentação à medida. Descubra a comida certa para o seu cão, experimente sem compromisso com 20% de desconto.

Receber oferta